Avaliação, prescrição, orientação individualizada de exercícios físicos e estimulação cognitiva para idosos e grupos especiais

(11) 99119.9908

Atendemos em domicílio

Exercitando o corpo e a mente

Diversos estudos demonstram declínios nas habilidades cognitivas em indivíduos idosos levando a um aumento no risco de dificuldades no desempenho de atividades funcionais no cotidiano. Dessa forma, o bom funcionamento cognitivo é importante para a autonomia e para a capacidade do autocontrole.

A atividade física aumenta o fluxo sanguíneo cerebral fornecendo oxigênio e glicose para a execução de tarefas como a atenção e concentração mental. Exercícios aeróbios podem aumentar significativamente o fluxo sanguíneo para a região do cérebro responsável pela memória e aprendizagem. A atividade física intensa aumenta ainda a produção e a liberação de neurotransmissores, que atuam na comunicação entre essas células.

Estudos demonstraram o declínio significativo na memória, atenção e funções executivas mesmo em idosos não-acometidos por doenças. Muitas vezes, o declínio cognitivo é ocasionado pelo desuso, por doenças, por fatores comportamentais, por fatores psicológicos e por fatores sociais, mais do que o envelhecimento em si. Demonstrou-se também, que benefícios tanto cognitivos quanto neurobiológicos ocorrem em idosos saudáveis ou portadores de alguma classe específica de patologia cognitiva, que utilizavam alguma intervenção cognitiva.

Nosso programa de intervenção atua no condicionamento físico do aluno somado aos exercícios para o cérebro que estimulem a memória, a concentração, o raciocínio rápido, a atenção; que juntas podem ser aditivos de melhora da capacidade cerebral e, consequentemente, o desempenho em inúmeras atividades do dia a dia.


Voltar